Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Só aos outros

Não deixa de ser engraçado como nós não conseguimos ver-nos em certas situações, right?

Dou-te um exemplo. Quando decidi que ia mudar o corpo que nao me agradava, comecei a treinar e a alimentar-me "segundo o plano". Perdi 6kg, estava a gostar dos musculos a aparecer, o corpo a definir, e a sensação de ter a disciplina necessaria para isso. Ja tinha feito mil e uma coisas e desistido de outras mil. Mas nunca tinha enfrentado o caminho mais dificil. Estava feliz.

A minha mae adoeceu, faleceu e eu perdi mais 9kg. Durante esse tempo, e apesar de saber que essa perda de peso era mais emocional do que intencional, eu continuava a ver-me gorda e por isso nao via nisso um problema.

Um dia nao gostei do que vi ao espelho. Estava com 44kg, sem energia para treinar e tudo o que se via era ossos. Percebi que se calhar todos à minha volta tinham razao, eu estava demasiado magra. Mas nem por um segundo me passou pela cabeça que estaria anoréxica. 

Um dia numa conversa com uma amiga falavamos sobre isso. Foi a unica vez que falei de tudo o que senti ao longo do processo, e que nao me reconhecia anoréxica porque eu nao me obrigava a comer pouco, eu aproveitava que nao tinha apetite. E ela respondeu-me "nenhuma anoréxica reconhece que o é, right?"

Bateu-me que nem bomba. Ela tinha razão. E eu tinha que recuperar. Como é que eu nao vi? ...

Se pensares bem, ha varias situações (demasiadas por vezes) em que tens ideias formadas e nao as reconheces quando se passam contigo. Porque quando se fala de relacoes toxicas não dizem o quanto nascisistas sao cativantes e envolventes. Só se fala do quanto ele nao faz nada para te ver, mas nao falam das mensagens diarias a dizer que te ama e que tem saudades tuas. Ou que beber um copo por dia pode ja ser um problema. Ou que nao conseguires dormir sem ver porno não é normal. Achamos que situacoes dessas que acontecem aos outros e que vemos nas redes sociais são fases negras e facilmente identificáveis, mas não são. 

É por isso que defendo sempre o mesmo exercício. Falar! Falar em voz alta o que se passa. Dizer como se contasses a tua história a uma amiga (se a tiveres, melhor!) mas fala, diz, ouve-te. Por vezes só quando dizemos algo em voz alta percebemos o que estamos realmente a viver. Os fatos, sem as emocoes que nos atrapalham. Conta-te ao espelho aquela situação que te incomoda e imagina que conselho darias se fosse uma amiga a contar-te aquilo. 

A nossa mente é fascinante e geralmente encontra sempre forma de confirmar as nossas ideias e pressupostos. Não te deixes enganar...

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.