Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Empatia

Continuo a achar que a empatia é uma das maiores qualidades do ser humano. Compreender e aceitar os sentimentos dos outros, ver o bem acima do mal, acreditar que há bondade nas pessoas. Sempre fui demasiado ingênua, e nao é algo que me desagrade, porque afinal, nós vemos nos outros um reflexo de nós mesmos. Se nao temos maldade em nos, temos dificuldade em ver o mal nos outros. Ja me deixou em muitos maus lençóis mas os anos passam e a necessidade de ver o bem vence mesmo assim. A empatia, era algo que não fazia tanto parte de mim. Parece que as grandes dores e lutas nos fazem ver a vida de outra forma. Faz-nos dar mais valor aos sentimentos dos outros, faz-nos perceber que nunca saberemos como é até passar por algo semelhante e compreender que as pessoas sofrem com a sua intensidade e devemos aceitar e compreender.

Qual a melhor coisa a fazer quando nao estamos bem? Durante anos pensei que era estar sozinha ja que ninguém compreendia. E afinal, quem nao compreendia era eu. Hoje a melhor coisa é estar com quem acredita na minha dor, dá valor à minha valentia, e não menospreza o que sinto, mesmo quando possa estar a exagerar. É quem está lá, os verdadeiros amigos e até os conhecidos que nos surpreendem com uma boa dose de bondade.

Espalha amor, sempre foi algo em que acreditei. Faz o bem que o resto vem. Nao vem quando queremos mas quando somos o melhor que conseguimos para os outros e para nos mesmos, o universo retribui, mais tarde ou mais cedo. Basta abrir os olhos e ver além do quotidiano. Basta prestar atenção nos pequenos gestos e parar de exigir, aos outros e a nos mesmos, mais do que conseguimos dar.

Ter quem nos ouça, nos dê um abraço e nos faça assim sentir alguém importante no mundo, é a base para sobreviver às provas que a vida nos coloca. Que possam viver uma vida rodeados de gente boa de coração, que dá sem cobrar, e que isso vos inspire a ser a vossa melhor versão. Fazer o bem, sem olhar a quem.

Boa semana!

S.

6 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.