Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Miss Gemini's Blog

Um diário sem folhas, um desabar de tudo o que não tem mais lugar na cabeça. Devaneios e desabafos de uma geminiana tão diferente e tão igual a tantas outras... Sinto mais do que demonstro, sei mais do que aparento.

Dia 'normal' sem ti

Primeiro dia 'normal' sem ti. E que tormento que é,  logo eu que nunca gostei de coisas normais, mas que te tinha como o mais normal (e garantido) do meu dia-a-dia.

Tudo me lembra de ti. Até as coisas mais ridiculas... É impossivel que coma sem pensar em ti... as nossas marmitas, as tuas/nossas cerejas.

O calor dos braços que não são os teus. O café que tanto desejavas. Ir dormir sem te ligar... é tão estranho...

Acreditas que acordo a pensar que te vou ver, mesmo depois de acordar de pesadelos com os ultimos dias?...

Fazes-me tanta falta mãe. 

Andar. É o que me mantém. Como se andar me fizesse avançar e no entanto tudo o que avança é o numero de passos na aplicação do telemóvel. 

A tua casa cheira a ti, mas falta-lhe a tua luz, a tua risada, o teu "oia oia!". Está vazia. Está triste. Ou estou eu.

A nossa cidade parece-me mais viva. Observar a vida nos outros tornou-se o meu passatempo favorito. E como tu gostavas de ver a vida nos outros. A luz nos outros.

Não sei viver sem ti, mãe,  mas prometo que vou tentar aprender. Prometo não deixar de ser quem sou, não desistir do amor na sua forma mais pura por muitos coices que leve. Prometo espalhar o amor como tu fazias. E sorrisos. Não hoje, provavelmente nem amanhã, mas nunca ninguém aprendeu de um dia para o outro. E a promessa está feita, mãe.

Eu vou tentar.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.